Blog

Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento

Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento

Colocar silicone é o desejo de muitas mulheres, e os motivos são variados: pensam que os seios são muito pequenos, gostariam de ter seios mais firmes e modelados, de melhorar a aparência deles após uma perda muito grande de peso, possuem mamas de tamanhos diferentes ou tiveram que retirar toda ou parte da mama devido a câncer. Se este é o seu caso, a seguir você encontrará muitas informações sobre próteses de silicone e a cirurgia Mamoplastia de Aumento.

Importante frisar que o resultado é diferente em cada pessoa, pois o tipo de prótese e a técnica utilizada variam de acordo com recomendação médica. Por isso, a paciente deve levar conversa franca com o profissional, deixando claras as expectativas e tirando todas as dúvidas antes de dar a palavra final sobre a decisão em relação à cirurgia.

Como as cirurgias plásticas são invasivas, é essencial que a pessoa escolha um cirurgião especializado na área, com título pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Alguns profissionais e clínicas fazem promoções e cobram preço abaixo da média, assim como próteses muito baratas e sem qualidade alguma para venda, mas essas práticas são vetadas pelo Conselho Federal de Medicina. Portanto, é necessário tomar muito cuidado, pois o sucesso da cirurgia depende diretamente da seriedade do profissional e da qualidade dos produtos utilizados.

Quanto custa colocar silicone nos seios?

O valor da cirurgia plástica para colocar silicone nos seios depende muito, pois certos fatores são observados, como a marca e o tamanho da prótese. O preço do procedimento completo é calculado incluindo o produto, o médico, o anestesista e a internação no hospital. Além disso há o custo da prótese (propriamente dita), que hoje no Brasil existem de muitas marcas, formas e modelos.

Por tudo isso, o custo de uma cirurgia pode variar bastante, e por normas do Conselho Federal de Medicina, não podemos divulgar valores totais de tratamento. O ideal, sempre é agendar uma consulta, onde poderei examiná-la e ver qual a melhor proposta de tratamento, identificando todas as variáveis e assim poder lhe propor o custo final desse tratamento.

Como escolher o tamanho e o material ideal?

Existem próteses de vários tamanhos e formatos. Mas a paciente sozinha não decide qual colocar, e, sim, o médico, que faz uma avaliação, verifica qual o melhor modelo de prótese para o seu caso, e conjuntamente, médico e paciente, definem com base nos resultados.

Os fatores levados em consideração na consulta incluem o tamanho dos seios antes da cirurgia, a aparência desejada, o formato do corpo, a simetria das mamas, a quantidade de tecido mamário, entre outros.

A prótese é composta de um invólucro de silicone em formato de concha, preenchido com gel de silicone coesivo, sendo que o produto precisa ser aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) e pela Vigilância Sanitária, aqui no Brasil. A fina espessura da camada de silicone que a envolve ajuda a evitar complicações, como o endurecimento da cicatriz ao redor do implante. Os tamanhos mais populares de implantes vão de 200 a 500 ml.

Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento
Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento

Quais são os tipos de próteses de silicone disponíveis?

Existem vários tipos de próteses de silicones, que diferem pela forma, superfície e tamanho:

  • Formas: redondos, cônicos ou anatômicos (ou natural, com desenho de gota);
  • Superfícies: lisas ou texturizadas;
  • Tamanhos: super alto, alto, moderado ou baixo.

Normalmente sempre se busca um aspecto mais natural das mamas, após o implante, com isso, dependendo do seu tipo físico, essas próteses tem que ser bem estudadas em conjunto com o seu tipo físico, para que possa se utilizar de um tamanho, que deixe o seu maior (desejo de 100% das mulheres que buscam esse tipo de cirurgia), mas natural.

Logicamente que há pacientes que desejam o aspecto mais marcado, e tudo isso será conversado e detalhado durante a consulta.

Em consulta, o cirurgião plástico explicará a diferença prática de cada uma das próteses para que vocês possam chegar a um acordo sobre o melhor tipo de prótese a ser implantado.

Como funciona a cirurgia plástica de prótese de mamas?

Primeiramente, durante as consultas, em conjunto, médico e paciente, decidem o tipo de prótese à ser utilizada bem como a via de acesso (local onde é feito o corte para a colocação do implante).

As vias de acesso podem ser:

  • Axilar: através do uso de vídeo cirurgia, com a incisão localizada na região das axilar, posicionada sobre uma dobra natural da região. Muito indicado para mulheres que não querem um corte aparente nas mamas, porém não deve ser indicados para pacientes que necessitem do uso de próteses anatômicas ou mesmo para uma localização submuscular, pela possibilidade de mal posicionamento dos implantes;
  • Areolar: com a incisão localizada na parte inferior da aréola. Normalmente procuro evitar essa incisão em mulheres que não tiveram filhos, pois é necessário cortar o tecido mamário para se chegar ao local de colocação de implantes. Caso a paciente não deseje um corte aparente, a opção é pela via axilar;
  • Inframamária: a via de acesso mais utilizada, com o corte se localizando no sulco que existe abaixo das mamas.

Na cirurgia plástica de prótese de mamas, após a aplicação da anestesia, um pequeno corte é feito no local de acesso que foi combinado previamente entre médico e paciente, nas consultas prévias.

Através dele, primeiramente é feito testes de tamanho com uso de moldes com tamanhos semelhantes ao implante. Decidindo o tamanho adequado para a paciente, também com base no que foi conversado previamente entre médico e paciente, e verificando a naturalidade do implante na mama, faz a colocação da prótese definitiva.

Para finalizar, são dados os pontos que fecham a incisão.

Elas devem estar posicionadas submuscular (atrás do músculo) ou subglandular (atrás da glândula)?

Depende de alguns fatores, mas ambos funcionam muito bem e não há uma posição que seja melhor do que a outra, apenas o que é mais indicado.

Para quem tem quantidade adequada de tecido mamário, que permite fazer uma boa cobertura à prótese que seria implantada, é bem indicado colocar a prótese embaixo da glândula, em cima do músculo.

Já para quem tem pouquíssimos seios ou é muito magra, onde se verifica uma insuficiente quantidade de tecido mamário para dar uma boa cobertura à prótese, o implante deve ser feito embaixo do músculo, na tentativa de se evitar o efeito “bola”.

Esta conversa, porém, tem que ser feita com o cirurgião plástico, que verificará o seu caso e fará as recomendações.

Após uma Mamoplastia de Aumento, meus seios perderão a sensibilidade?

Não é uma regra, mas algumas pacientes podem perder temporariamente um pouco da sensibilidade nos seios, principalmente dos mamilos. Com o tempo, porém, eles devem recobrar essa sensibilidade.

Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento
Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento

O implante de silicone atrapalha a gravidez ou a amamentação?

A princípio, a prótese de silicone não impede a gravidez e não deve atrapalhar a amamentação. Isso ocorre somente se na cirurgia for feita cortando-se o tecido mamário e ductos que levam o leite da mãe ao mamilo, como é o caso das cirurgias por via areolar.

Como, após a amamentação, os seios costumam ficar murchos, com sobra de pele, muitas mulheres optam por fazer a cirurgia depois de ter passado por todas as gestações desejadas. Em outros casos, o incômodo de ter seios pequenos pode antecipar essa decisão. De ambas as formas, a Mamoplastia de Aumento pode dar um aspecto mais atraente ao busto feminino.

Quanto tempo dura a prótese de mama? Tem validade?

Tecnicamente, a prótese tem garantia de 8 a 10 anos, mas não tem necessariamente validade. O normal é que a paciente não tenha problemas, mas recomenda-se que o médico seja consultado regularmente para que ele possa confirmar a ausência de alterações.

Anualmente é ideal que as pacientes façam exames de Ecografia das Mamas, e por protocolo novo de controlo, que à cada 2 ou 3 anos, faça um exame de Ressonância Magnética.

Caso seja vital trocar a prótese, por motivo de desgaste, o período é de 10 a 20 anos após a cirurgia, mas sempre em correlação com exame físico e exames mamários de controle.

A cirurgia de implante de silicone pode levantar a mama?

Algumas mulheres sofrem com mamas caídas, ocorridas, principalmente, após gestação (ou gestações), cirurgia bariátrica ou envelhecimento natural do corpo. A cirurgia de implante de silicone consegue corrigir situações leves e moderadas de queda de mamas, levantando-as e dando uma aparência melhor. É possível associar, também, com a cirurgia de Mastopexia, que visa remover a gordura em excesso, reposicionar a aréola e corrigir flacidez no local.

Para casos mais graves, outros procedimentos são recomendados.

Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento
Prótese de silicone – Saiba mais sobre Mamoplastia de Aumento

Como saber se a prótese de silicone rompeu ou deslocou? Ela pode sair do lugar?

Nos dois primeiros meses após a cirurgia, o silicone pode se movimentar um pouco, mas somente dentro dos seios. Por esse motivo que existem recomendações médicas, que devem ser levadas a sério. Após esse período, a prótese permanece fixa, sem deslocamentos.

É possível que, ao longo do tempo, a prótese sofra ruptura, mas a coesividade do gel de silicone impede que o material vaze pela abertura e se espalhe por outros lugares. É importante destacar que, nessas situações, o seio não ficará menor.

A paciente deve consultar o cirurgião plástico com certa frequência para detectar tais alterações nos implantes.

Como fica a cicatriz?

Esta é uma das dúvidas mais comuns, pois há bastante preocupação com a aparência das cicatrizes após a cirurgia plástica de aumento de seios. Uma vez que as incisões são pequenas, as cicatrizes tendem a ficar bem discretas, de tamanho mínimo, mas deve-se esperar todo o período de cicatrização se completar, o que demora alguns meses.

Ainda ficou com alguma dúvida e deseja conversar melhor com um profissional? Entre em contato conosco para mais informações sobre Mamoplastia de Aumento (cirurgia de implante de silicone).

Voltar